Magazine

.

O veludo está de volta

 

Existem três tipos de veludo: de seda, algodão e de material sintético. Por ser um tecido nobre, cada um necessita de uma atenção peculiar no momento de realizar a limpeza. Para limpar o primeiro deve-se utilizar apenas uma escova de cerdas macia para retirar o pó e a lavagem precisa ser feita a seco, pois a seda não aceita água. Já com o veludo em algodão e sintético é possível passar um pano bem torcido para retirar a poeira e depois passar uma cerda e um pano seco. Somente isso, não se deve utilizar nenhum produto químico ou abrasivo.

Após ter ficado um período em stand-by no mundo da decoração, o veludo voltou com tudo e está super em moda novamente. “Tivemos uma retomada bem forte do veludo, inclusive estive na última feira de Milão, na Itália, e pude confirmar de perto que o tecido ainda está muito em alta. Um dos detalhes que pude observar é que ele está disponível em algumas paletas de cores mais sólidas e fortes”, disse o arquiteto Marco Aurélio Benedetti.

O veludo tem uma atmosfera mais quente e gera um aconchego todo especial ao ambiente. Além disso, ele é bem versátil e combina com diversos outros materiais. “Penso que o seu uso é muito apropriado para revestir cabeceiras de camas, cadeiras e sofás estofados. Dependendo do ambiente uma cortina de veludo cai muito bem, assim como uma parede. Seu acabamento é muito bom e não realça quinas. Gosto muito do uso de veludo com produtos que tenham um design capitonê, botonê ou que sejam de estilo clássico. Fica ainda mais elegante e relembra a época de castelos e reis, uma arquitetura riquíssima”, completou a arquiteta Juliana da Mata.

Confira abaixo alguns lançamentos:

 

Cadastre-se e fique por dentro das novidades e promoções: